Buscar
  • Editora Pedregulho

“O arquiteto cego”: livro infantil sobre acessibilidade

O lançamento acontecerá no dia 22 de novembro, com a presença dos autores para sessão de autógrafos.



Lena e Nina, sobrinhas de Teto, se empolgam ao ver o tio começando uma nova ideia. Acham que é uma casinha para suas bonecas, mas ele revela ser o projeto para a construção de uma catedral encomendada pelo rei. Assim começa O arquiteto cego, de Ruy Perini, que traz uma questão bastante importante: a acessibilidade.

A partir da descoberta da vida de Chris Downey, arquiteto americano que ficou cego e continuou a trabalhar com edificações acessíveis, Ruy começou a estruturar Teto, o protagonista do livro. Acrescentou, ao seu processo criativo, a história da construção da catedral de São Basílio, contada a ele por um ótimo professor de história na adolescência.

O possível cegamento do arquiteto, ordenado pelo Czar Ivã, para que ele não mais construísse nada parecido me impressionou muito na época. Com essas reminiscências imaginei uma pequena novela que mostrasse as possíveis maldades da humanidade, mas também a grandeza de sentimentos e dedicação à criação e ao trabalho, como exemplar para crianças que estão iniciando a leitura.

O projeto gráfico conta com ilustrações das artistas plásticas Tania Crivilin e Claudia Stringari Piassi. Elas criaram, em azulejo, uma atmosfera única e colorida, trazendo os mais importantes elementos da história. Os quadros com os mosaicos originais estarão em exposição no Studio Circulus, no lançamento do livro.

Desde a infância Ruy sempre quis descobrir o mundo dos livros. Incentivado pelos pais, tinha disponível coleções como O tesouro da juventude, dicionários, enciclopédias, alguns romances e volumes da Biblioteca de Seleções, versões compactas de grandes livros.

Sempre lembro do meu pai lendo jornais e livros diversos. Quando a pequena biblioteca de casa não me satisfazia mais, comecei a frequentar a biblioteca municipal que meu pai ajudou a formar em Santa Teresa. Adorava ler a coleção infantil do Monteiro Lobato e na adolescência lia Erico Veríssimo, Jorge Amado, Moby Dick e outros livros de aventuras, como a Ilha do tesouro, Robinson Crusoé, Jules Verne e Mark Twain. Gostava também de ler, meio escondido dos pais, os livros de Henry Miller, que meu pai lia, mas nunca escondeu da gente. Meio escondido, pois sabia que o conteúdo erótico do livro na época era interditado a um jovem.

A literatura desperta, na criança, uma nova relação com diferentes sentimentos, visões de mundo, e molda condições para o desenvolvimento intelectual e formação de princípios individuais. A criança desenvolve, por meio da leitura e da literatura, a capacidade de refletir, pesquisar, questionar, escutar outras opiniões, articular e reformular seu pensamento. Ruy considera a literatura para leitores ainda crianças uma facilitadora da melhor relação dos brasileiros com o mundo dos livros. “A boa formação do sujeito passa por uma boa educação e a leitura é imprescindível nesse processo”, finaliza.


Os autores:

Ruy Perini é escritor, psiquiatra, psicanalista e Mestre em Estudos Literários (UFES). Publicou dois livros: “Não há remédio certo, loucura e paixão na obra de Machado de Assis”, desenvolvimento da dissertação de Mestrado, e “Lavra”, poesia. Teve também publicados o conto “Foto-retratos, a paixão congelada num claro instante”, selecionado no concurso de contos e poesia da UFES em 2010, e alguns ensaios de psicanálise e de literatura em revistas especializadas.

Tania Crivilin é artista plástica, designer e Mestre em História Crítica da Arte (UFES) e professora da Unidade de Arquitetura e Design da Faesa. É desenhista, pintora e mosaicista do Studio Circulus com participação em várias exposições individuais e coletivas.

Claudia Stringari Piassi é artista plástica, designer de ambientes e mestre em História Crítica da Arte (UFES) e professora nas unidades de arquitetura na Faculdade Multivix e design gráfico e produto na Faculdade do Centro Leste. Pintora e mosaicista do Studio Circulus com participação em várias exposições coletivas e individuais.


Serviço:

Lançamento do livro O arquiteto cego e exposição das ilustrações em mosaico

Quando: 22/11/2017, quarta-feira, às 18h

Onde: Studio Circulus - Rua Gama Rosa, 162, Centro, Vitória/ES.

Preço do livro: R$ 20

Aberto ao público


Dados técnicos:

ISBN: 978-85-67678-29-0

Tamanho: 22x21cm

Acabamento: Grampo

Edição: 1ª

Ano: 2017

Idioma: Português

Número de Páginas: 36

0 visualização

CNPJ 16.696.041/0001-02

editorapedregulho@gmail.com

Segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 18h

  • Facebook B&W
  • Instagram B&W